Caboclo de Lança, guerreiro do Maracatu Rural

01_CaboclodeLanca_porLiliaTandaya

” […] os caboclos saem protegidos tanto pela “guiada” (a longa lança de madeira) […] como pelo “calço” espiritual […]. É o ritual da purificação […] que apóia o caboclo disposto a sair num Carnaval. […]”

02_CaboclodeLanca_porLiliaTandaya

“Por isso, antes de sair já na 6ª feira, começa a abstinência que faz o Caboclo, até a 4ª feira de Cinzas, não mais procurar mulher, nem tomar banho ”para não abrir o corpo”, obrigando-o a dormir mesmo sujo como veio da rua.”

03_CaboclodeLanca_porLiliaTandaya

“Na hora que vão sair no primeiro dia todos vão para a “mesa”. O Mestre faz um preparo que se bebe com uma flor dentro do copo e mais três pingos de vela santa.”

04_CaboclodeLanca_porLiliaTandaya

“Aí então o Mestre autoriza a saída do caboclo. Muitos saem com um cravo branco ou rosa na boca ou no chapéu para “defesa”, para fechar o corpo […].”

05_CaboclodeLanca_porLiliaTandaya

“[…] a “rua” é sempre o exterior perigoso e repleto de riscos ocultos. Quem anda pelo “meio da rua” precisa estar “preparado” e protegido de todo o mal. Por isso os caboclos  tomam o “azougue”  [violento coquetel de pólvora, azeite e aguardente], preparado pelo Mestre. […]”

06_CaboclodeLanca_porLiliaTandaya

“Ao voltarem, na quarta-feira, vão logo à Igreja tomar Cinzas e “se despedirem” de alguma coisa errada feita no Carnaval. ”

* Texto de Bonald Neto (1991, p. 284) transcrevendo entrevista realizada por Evandro Rabello com o caboclo de lança, Severino Ramos da Silva, de Goiana.  http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/index.php?option=com_content&view=article&id=545&Itemid=1

*Imagens de caboclos de lança em apresentações de Maracatu Rural no carnaval de 2006 em Nazaré da Mata,  na região canavieira da zona da mata pernambucana.
Fotos de Lilia Tandaya/Profotos

Anúncios

Sobre Lilia Tandaya

Contempladora do mar, das montanhas, do sol, da lua... Gosta de andar, correr, dançar, nadar, mergulhar, fotografar... Vê muita beleza na luz em movimento... No geral se dispersa em instantes luminosos, no ato fotográfico, nas edições, composições e sentidos da imagem... www.profotos.com.br/LiliaTandaya.htm
Nota | Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s